segunda-feira, 31 de março de 2014

800 ANOS DA LÍNGUA E LITERATURA PORTUGUESAS

Friso cronológico



(Clicar na imagem para aceder)

Assinala-se os 800 anos da língua portuguesa com este friso cronológico numa perspetiva pedagógica, dando o sentido da organização do tempo e adicionando a literatura – uma seleção dos seus cultores, em território nacional – e a história, para que o conhecimento resulte estruturado, articulado e integrado.
Testamento de D. Afonso II, datado de 27 de junho de 1214, é um dos documentos mais antigos escritos em língua portuguesa e constitui o referencial das Comemorações dos 8 Séculos da Língua Portuguesa.
Este friso é um trabalho de equipa, uma rede de articulação entre vários elementos: Rede de Bibliotecas de Vila Real (RBVR).
Por razões operacionais, foi seguida a proposta de divisão epocal literária da História da Literatura Portuguesa de António José Saraiva e Óscar Lopes.
O friso cronológico 800 anos da língua e literatura portuguesas será divulgado sob a forma de exposição pedagógica durante a Semana da Leitura de 2014 da RBVR e como livro eletrónico, disponível para todos, quer no portal da Rede, quer nos sítios Web dos seus elementos.

Mais do que um património, a língua é uma realidade onde o sentimento e a consciência nacional se fazem «pátria» (Lourenço E., 1992).

Lourenço E. (1992). A Chama Plural. In Atlas da Língua Portuguesa na História e no Mundo. Lisboa: Imprensa Nacional Casa da Moeda, p. 12.

Anabela Quelhas e Maria Manuel Carvalhais

Sem comentários:

Publicar um comentário